Tokyo Ghoul RPG

RPG narrativo baseado na saga de Tokyo Ghoul, obra original de Sui Ichida.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [Aventura] Compreensão
por Mycroft Qui Ago 17, 2017 7:37 pm

» [Aventura] 1.0 - Como se tornar um Investigador
por Mycroft Ter Ago 15, 2017 5:23 pm

» [TND] Kekzy
por Mycroft Seg Ago 14, 2017 7:01 pm

» [TND] Mycroft
por ADM. Kekzy Seg Ago 14, 2017 5:51 pm

» [Aventura] A aventura vai começar...
por ADM. Kekzy Ter Ago 08, 2017 7:11 pm

» [Inscrição] Missão: Furto do Chacal
por ADM. Kekzy Dom Ago 06, 2017 2:28 pm

» [Inscrição] Missão: Assalto à Vigília
por ADM. Kekzy Dom Ago 06, 2017 2:17 pm

» [Inscrição] Missão: Caso Rose
por ADM. Kekzy Dom Ago 06, 2017 2:07 pm

» Cubo&Ken #VOUMATAR
por GM. Verdammt Dom Ago 06, 2017 2:05 am

» [Aventura]O duo mais fabuloso do fórum!
por Van Sab Ago 05, 2017 10:14 pm

Parcerias


Banner PRNR


Compartilhe | 
 

 [Aventura] Gotta Go Fast

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Zed



Mensagens : 6
Rotten Points : 6
Data de inscrição : 25/07/2017

MensagemAssunto: [Aventura] Gotta Go Fast   Sex Jul 28, 2017 3:39 pm

   
Ainda era minha primeira semana em Tokyo e estava um tanto confuso com a cidade. “Fuck.... Eu já to andando em círculos a horas. “ Reclamava sozinho olhando para os prédios ao meu redor naquele início de noite. “Eu já tive todo o trabalho de vir do quinto distrito até aqui só pra ficar perdido. “ Para um sujeito impaciente como eu. Não era uma situação agradável, e quando eu perdia a calma normalmente não costumava acabar bem, já estava ciente que tinha de tentar conter esse lado por hora, mas pensar e fazer são coisas completamente diferentes.

Tinha feito todo o caminho até aquela zona remota com um único objetivo. Obter uma habilitação japonesa, mas a essa hora acreditava que o órgão emissor provavelmente já estaria fechado ou muito próximo disso. Me restando poucas opções. – É, vou ter que voltar aqui pela manha... – Suspirava tentando não demonstrar a irritação e frustração, o que ficava ainda mais intenso devido a fome, já fazia um tempo desde minha ultima refeição afinal de contas. “Hora de procurar o que comer.... “ Ao menos isto aliviava um pouco o humor negativo.

Andava pelas ruas mais movimentadas ainda perdido naquela região, estava a procura de uma viela mais afastada e escura onde poderia encontrar alguma presa dando bobeira. Enquanto o fazia já conseguia imaginar o suculento aroma e gosto da comida. “O que será que eu vou comer hoje?... Eu espero que uma garota. “ O último velho que havia comido simplesmente era intragável, sua carne mais parecia uma borracha magra e ossuda

Procuraria me esconder em um lugar escuro onde não fosse ser visto por pedestres desavisados e ficaria na espreita da primeira pessoa que aparecesse andando solitária. Teria certeza de colocar minha mascará apenas quando não houvesse ninguém para ver a cena. Entregar minha identidade como Ghoul na primeira semana certamente seria motivo de repreensão por parte materna já que a mesma se orgulhava dos longos anos vividos sem nunca ter tido problema com Doves ou semelhantes.


Objetivos:
[ ] Comer
[ ] Tirar a carteira de habilitação
[ ] Se possível conseguir uma moto ou carro.


OFF: Post introdutório básico.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Inieta

avatar

Mensagens : 5
Rotten Points : 6
Data de inscrição : 05/07/2017
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: [Aventura] Gotta Go Fast   Sab Jul 29, 2017 11:51 pm

O sol se fazia presente vindo das pequenas aberturas nas cortinas que ficavam bem ao lado da mesa com o computador, meu companheiro de todas as horas, mais uma vez tinha virado uma noite inteira no mesmo, muitos poderiam achar aquilo solitário outros poderiam tecer preconceitos, parece que no Japão existe um termo para isso hikikomori, porem não me importava, aquilo me deixava feliz, me dava a sensação de segurança que desejava. Mas não me interprete errado, não estou falando de minha segurança, estou me referindo a segurança de outras pessoas. - tsc – Retirava um cigarro do maço, colocava na boca enquanto dava pequenos passos em direção a varanda. Acendia o mesmo e observava o movimento, vivia em um bairro comum, não muito movimentado, porem uma grande porção de pessoas passava por ali pela manhã em direção a seus trabalhos matutinos. Achava toda aquela agitação humana estranha, todos ali passavam toda sua vida em uma função que não lhes era agradável e parecia que tudo estava bem – Merecem ser gado... - Falava baixinho apoiando-me em um proteção que existia para fora. Não era que odiava os humanos, pelo contrario, achava fascinante sua vida e se tivesse a escolha iria fielmente ser um desses gados que tanto julgo, a vida não seria tão complicada.  

Fechava a porta de vidro e consequentemente a cortina, era hora de voltar a trabalhar. Toda a renda que sustentava minhas jogatinas pela madrugada era conseguida através de meu trabalho, se é que isso poderia ser chamado de trabalho, era o clássico traficante de informações, vendia informações sobre todos para todos, aquilo me deixava animado, assim como alice, abria um pequeno sorriso. Sentava-me novamente na cadeira confortável em frente ao computador, tinha gastado uma boa grana nessa maquina de guerra, para quem vive da internet era sem duvida a ferramenta essencial, afinal seria a mesma coisa de um violão sem as cordas. - Vamos ver o que está acontecendo... - Abria o site de noticias da região, iria procurar pelas pequenas coisas que poderiam parecer insignificantes para a maioria das pessoas, porem para alguém que conhece as ruas como eu qualquer coisa era de fato importante. Fintava o relógio acima de minhas telas, antes do anoitecer teria um encontro com um cliente, um novo cliente, não sabia o que esperar, contudo ele iria me mandar um email sobre o horário e local exatos, só me restava esperar.  

- Sim, eu sei... - Minha barriga roncava um pouco, jogava meu corpo para trás me deitando sobre a cadeira. Não fazia muito tempo desde minha ultima presa, quer dizer, a presa de alice. Porem já estava com fome, me perguntava se não eram esses malditos cigarros que me davam essa fome, não iria os largar. Olhava para minha mesa, a mascara de alice estava ali, guardada em um fundo falso abaixo do terceiro pé, no canto superior a direita. Mesmo que não recebesse qualquer tipo de visitantes não poderia dar mole, afinal aquela era a cara que demonstrava para o mundo como um ghoul ou outrora seria apenas aquele adolescente vivendo de negócios suspeitos no apartamento trinta e cinco que todos achavam que conheciam, imagino o que eles pensavam sobre mim, talvez seja melhor nem mesmo pensar. De volta ao computador pensava nas ultimas noticias sobre os outros ghouls que viviam naquele país, alguns pareciam ser unidos, boatos sobre organizações criminosos dos mesmos eram de fato recorrentes no meio, porem a grande maioria era de fato escondida nas sombras da humanidade, odiava tudo aquilo, desejava trazer uma revolução para todos aqueles que se sentiam desajustados ou envergonhados de serem o que são, afinal eu sou um deles, odeio essas asas que brotam de meu corpo.

- Será que... - Uma epifania, tinha tido a melhor ideia de todos os tempos, iria criar a maior e melhor organização ghoul do mundo! Sem cores, bandeiras, ideologias, apenas a grande vontade de fazer a comunidade ghoul ser vista pelo mundo, iria quebrar esse tabu não apenas com chutes e socos, mas iria enfiar uma ideologia em todas as suas cabeças temerosas. - S.I.U, Slave in Utero – Abria um sorriso, afinal todos os ghouls já desde que estão para nascer já estão condenados a perseguição. Abria o editor de imagens, começava a fazer todo o design do fórum, iria deixar o mesmo simples porem interessante. Após terminar a parte gráfica iria partir para a programação, essa era a parte mais complicada afinal um site para ghouls seria uma ótima armadilha para aqueles que querem buscar interação, iria ter que dar tudo de mim na parte de defesa contra invasores. Primeira parte iria colocar uma senha para todos aqueles que acessarem sua url, claro, o site não iria ficar na rede normal, iria ter que hospedar o mesmo na parte obscura da internet, onde apenas aqueles que desejam o real conhecimento entram, eram esses que eu desejava alcançar. Mas qual seria a senha? Tinha que ser algo simples e de fácil memorização. Quebrava minha cabeça com aquilo – Ghoul, Não não, Revolution, Isso é o que uma historia em quadrinhos? - Pensava e pensava ate que alice dava suas caras novamente, abria um sorriso, ela tinha toda razão... - Amigo – Essa seria a senha.  

Site:
 

Continuaria a fazer a programação do site, tinha toda a ideia por trás do mesmo em minha cabeça, meus dedos teclavam como tiros de metralhadoras. Quando dava conta por mim já estava anoitecendo, tinha passado mais um dia inteiro naquele computador, porem dessa vez eu não estava apenas coletando informações estava fazendo algo maior, aqueles logos baixo e sonolentos já escuros viram algo muito mais além. Finalizava o mesmo, estava concluído mais uma de minhas obras primas agora iria aguardar pelo email de meu cliente, não sabia seu rosto, nome ou intenções, apenas uma mensagem que o mesmo tinha deixado em um fórum de discussões online, local onde eu procuro por clientes e eles me acham, claro, todas as mensagens eram feitas de maneira que qualquer um ao observar apenas acharia que estávamos falando sobre assuntos triviais.  

Recebendo o email do dito cujo era hora de me preparar, iria me abaixar e procurar por minha mascara, ela ficava em um piso falso abaixo da mesa onde ao pressionar o mesmo em um numero exato de batidas iria abrir e revelar o local onde ficava mais uma de minhas obras magnificas, uma mascara totalmente branca, aquela era alice, minha outra metade. Retiraria ela de seu local, ela ficava recarregando ali suas partes elétricas. Ao retirar pequenas luminárias ao redor da mesmas se apagavam e a mascara brilhava em seus olhos uma cor alaranjada. - Acho que agora é hora de você assumir... - O risco de ser pego nas ruas com aquela mascara era grande, então iria levar a mesma dentro de uma mochila ate o local descrito pelo homem no possível e-mail. Chegando próximo ao ambiente combinado iria tirar a mesma da mochila e colocaria.

- Mas que dia engraçado não é mesmo Lee? Hahahahaha – Estava livre finalmente, lee era muito conturbado, ate mesmo tive que dar a ele a senha para seu site, o que ele faria sem mim? Era impressionante a velocidade em que ao simples colocar de mascara me tornava eu mesma, minha personalidade e ate mesmo voz. - Ok, vamos encontrar nosso cliente! -
Objetivo:
- Não sei, to por ai, surpreenda-me.


Citação :
OBS: Então, como você pode ver meu personagem tem duas personalidades, a outra surge ao colocar a mascara e desaparece com a mesma. Contudo ela consegue se comunicar com o mesmo durante seu estado "off" mesmo que bem pouco. A cor de cada inicio de paragrafo indica qual personalidade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ADM. Kekzy
Admin
avatar

Mensagens : 177
Rotten Points : 6
Data de inscrição : 15/05/2017

MensagemAssunto: Re: [Aventura] Gotta Go Fast   Sex Ago 04, 2017 6:24 pm

Narração

Era o fim da tarde, e o céu já começava a escurecer. No horizonte, a pálida luz alaranjada derramava-se sob um mar de stratus.

Frederick andava a esmo pela cidade, familiarizando-se com a vizinhança. O distrito era vasto, cada rua assemelhava-se com a outra, exceto por um quarteirão ou outro, o qual jugava ter passado há apenas algum tempo atrás. Havia ido parar ali mais cedo para tirar a sua habilitação; porém, o tempo havia passado e agora era provável de o órgão expedidor estar fechando as portas, fazendo-o enervar-se.

Destarte, Zedwards procurava não dar viagem perdida, adentrando pelos territórios de caça e escondendo-se em um beco. Pela varanda, Lee Jong avistava uma silhueta adentrar um beco, misturando-se à escuridão. Apreciava os últimos raios de sol do dia, que podiam ser vistos ao longe. Tentava relaxar tanto quanto podia, fugindo daquela rotina enfadonha - sensação que os cigarros supriam muito bem. Algumas pessoas passava pela rua, caminhando pela calçada, tanto de um lado como de outro. Por um momento, distraiu-se, e quando voltou o olhar para baixo não via mais aquele homem a passar pelo outro lado da calçada; no entanto, as outras continuavam a andar normalmente, seguindo seus caminhos.

Todavia, voltava para seus aposentos, onde sentia-se mais seguro - pelo menos, mais confortável. Puxava a cadeira, jogando-se contra seu espaldo, até ajeitar-se na posição mais conveniente que podia. Em instantes, a boa máquina que havia obtido abria seu navegador, sendo direcionada para um site de notícias. Tokyo News - a mídia informática mais conhecida e acessada pelos japoneses. Enquanto rolava a barra, conseguia ver as manchetes, que pareciam uma cópia do dia anterior - e do outro. Não havia nada notável, a econômia estava em recessão há alguns anos, ainda que tivesse um crescimento pífio, casos de mortes, notícias sobre entretenimentos, espetacularização trágica, era tudo do mesmo... mas uma notícia o chamava atenção:

"GUERRA ENTRE MÁFIAS, GUERRA ENTRE GHOULS"

A notícia era bastante chamativa, o que o fez dar um clique. Logo, encontrava informações sobre o que havia ocorrido. Ao que parecia, duas máfias, pertencentes ao décimo quarto e ao décimo sexto distrito, respectivamente, haviam entrado em guerra. O absurdo da notícia era dirigido não só à declaração de guerra que uma das partes havia feito, com três mortes e uma parede manchada de sangue, a qual seguia em imagem censurada, mas ao fato de uma das ramificações da Yakuza - tão notória no Japão - pertencer aos ghouls. Era um cenário prelúdico para o futuro, no qual podia-se ver uma profecia nefasta - ao menos, para os humanos. E tudo aquilo acontecia em Nerima, o vigésimo distrito.

O relógio já marcava o anoitecer, e Jong Hui notava que o seu cliente estava atrasado. Entretanto, ocupava-se demais em pensar na ideia epifánica que implantava-se em sua mente. Com tantos grupos formando-se por ai, aumentando suas influências, com o cenário ficando mais caótico, era ideal para a ascenção de novos candidatos ao poder dos distritos. Tomado pelo frenêsi que dominava-lhe o âmago, Lee continuava a por seus planos para a frente, o que fazia desde tarde. Assim, surgia o primeiro site, daquele formato, para ghouls.

Já era tomada a hora, mas ainda não havia recebido email algum de seu cliente. Ao que parecia, havia sido deixado de lado, ou algo assim. Passado algum tempo, com a luz já esmaecida da tela, ela brilhava novamente, alertando-o de uma nova mensagem. O email brotava da tela:

"Shibatama, Adachi
1001 Theatre

19:10 p.m - não se atrase"


A localização e o horário estavam ali, o cliente não o esquecera; ao contrário, parecia querer tratar de algo muito importante.










Off:
 


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [Aventura] Gotta Go Fast   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Aventura] Gotta Go Fast
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Pokémon - Aventura nas Nuvens.
» Volta com a Mini-Aventura.
» MvP Heróica // Taylor e Gean, Aventura Congelante
» O início da aventura começa, a Rota 1
» [Desenvolvimento] Zig Zag TV

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Tokyo Ghoul RPG :: Tokyo :: Distritos :: Distritos 19-23 :: Distrito 21-
Ir para: